BLOG DO EDINHO SOARES

quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

PREFEITURA DE BOM JARDIM DERRUBA PRÉDIO HISTÓRICO DA ANTIGA ESTAÇÃO FERROVIÁRIA

Na noite da última terça-feira (03), operários da prefeitura de Bom Jardim demoliram a antiga estação ferroviária do município. Dias antes, o prédio abrigava a secretaria municipal de Educação. O assunto divide opiniões e ganhou grande repercussão nas redes sociais e calçadas da cidade. O prefeito João Lira objetiva utilizar a área para outras obras, que segundo ele, são necessárias e estruturadoras para o crescimento do município. Em uma postagem no Facebook, o prefeito chegou a afirmar que as declarações contrárias são de oposicionistas.

João Lira ainda disse que “quem anda para trás é caranguejo”, numa referência ao fato de muitos defenderem a preservação do prédio histórico. O gestor fechou a postagem pedindo que o deixassem trabalhar e que ele sabe o que está fazendo. Uma moradora chegou a postar que Bom Jardim assistiu o desmoronamento de mais um patrimônio histórico de valor inestimável. A antiga estação de Bom Jardim foi inaugurada em 1937 como ramal que ligaria Recife ao estado da Paraíba. Pesquisas mostram que a linha foi desativada no ano de 1968.

O prédio é protegido pela Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) e integra o patrimônio ferroviário estadual, que está em processo de tombamento desde 2006. A denúncia da demolição do prédio chegou a Fundarpe através de e-mail. A gerência geral de preservação do patrimônio cultural chegou a preparar uma notificação para embargo da ação, mas o prédio foi demolido antes da notificação. A nossa reportagem teve acesso ao documento: 

“Senhor prefeito, através de denúncia feita por e mail, fomos informados da demolição de bens integrantes do patrimônio ferroviário de Pernambuco, que se encontra em processo de tombamento pelo estado conforme edital publicado no diário oficial do dia 25 de outubro de 2006. Consta da denúncia a demolição de elementos fundamentais ao patrimônio ferroviário deste município, a exemplo da antiga estação, do armazém e do Dique.

Diante do exposto, solicitamos que essa prefeitura averigue a veracidade da denúncia e, caso constatadas as irregularidades, proceda ao embargo das obras em curso até que sejam apresentados os projetos arquitetônicos para análise e aprovação da Fundarpe e posterior licenciamento dessa prefeitura municipal.

Um embargo como prerrogativa para a preservação de um bem tombado encontra guarida nos dispositivos legais vigentes nas normas estaduais, além do prescrito na lei federal nº 9.605/1988 quanto ao patrimônio cultural, e legislações específicas aplicáveis à matéria, referente às responsabilidades civil e administrativa.

Via deste documento, concomitantemente, será encaminhada ao representante do Ministério Público do estado nesse município – para que tomem conhecimento e adotem medidas pertinentes à matéria. No aguardo das deliberações, esta fundação se põe à disposição para tratativas sobre a questão no que for solicitada”.

A nossa reportagem tentou ouvir o prefeito João Lira, mas o secretário de Administração do município, Lúcio Cabral, informou que o gestor estava cumprindo agenda administrativa em Brasília (DF). Em resposta ao contato do G1, o secretário informou que o município tem tido dificuldades de arcar com a manutenção de imóveis antigos. "São vários prédios centenários, mas manter esses prédios funcionando é difícil. Manutenção é cara", declarou. Ainda segundo Cabral, o município tem priorizado a reforma de outros prédios. "O cinema da cidade, que funciona como centro multicultural, foi reformado recentemente. O dinheiro é curto, não dá para fazer tudo", afirmou.

Ainda de acordo com a reportagem do G1, o secretário disse que o imóvel foi demolido, também, porque ficava na rota de uma estrada que está sendo construída no interior do estado. "Essa obra vai melhorar o trânsito na nossa cidade, que piora às quartas e aos sábados, quando é dia de feira em Bom Jardim”.
Blog do Agreste

PARCERIA: PM E CONSELHO DE SEGURANÇA DE OROBÓ REALIZAM CADASTRAMENTO NO ALERTA CELULAR

A Polícia Militar de Pernambuco (PMPE), em parceria com o Conselho de segurança de Orobó, informa que nos dias 10 e 11 de dezembro (Terça e quarta-feira), realizará cadastramento do Programa Alerta Celular. Os atendimentos acontecerão gratuitamente na sede do sindicato dos Trabalhadores rurais de Orobó, em frente a escola Paulo Freire, das 9h às 12h. Cadastre seu celular e ajude a recuperá-lo em caso de roubo, furto ou extravio.

Compartilhe está notícia e faça sua parte como cidadão.

Sabe por que é importante cadastrar seu telefone no Alerta Celular? É que, quando se registra o IMEI (número de identificação do aparelho), a polícia pode encontrar seu telefone se ele for roubado, devolvendo-o para você.

Funciona assim: depois que você se cadastra, a SDS fica com os seus dados e os do celular registrados no sistema. Quando a PM aborda algum suspeito, pode verificar por um aplicativo, na hora, se o celular foi roubado e quem é o seu verdadeiro dono.

Mas, atenção: o Alerta Celular não é um sistema de rastreamento. Ele serve para ajudar as Polícias Civil e Militar nas investigações e abordagens, recuperando os aparelhos cadastrados.

Para as polícias restituírem cada vez mais celulares, você precisa registrar o Boletim de Ocorrência na delegacia mais próxima e informar o IMEI. Cruzando as informações do BO e do Alerta Celular, fica mais fácil encontrar o seu telefone se ele estiver com algum suspeito de roubo, furto ou receptação.

Anote o IMEI – Não sabe qual é o IMEI do seu celular? É só digitar *#06# no seu telefone e anotar o número que aparece na tela. Essa sequência numérica também está impressa na caixa do seu celular. Presidente do Conselho de segurança Paulo Pinto e demais membros.

quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

13º SALÁRIO: CINCO PREFEITURAS DO AGRESTE DIVULGAM DATAS DE PAGAMENTO, ENTRE ELAS OROBÓ

Com a chegada do mês de dezembro, aumenta a expectativa dos servidores municipais para o recebimento do décimo terceiro salário. O mesmo clima é vivido pelos comerciantes que aguardam aumento nas vendas. Algumas prefeituras do Agreste Setentrional estão com o planejamento definido e informaram à reportagem da Rádio Jornal Limoeiro as previsões de pagamento do salário extra.

A prefeitura de Feira Nova pagará o 13º no dia 11 de dezembro. O governo de João Alfredo tem previsão para o dia 15 deste mês, enquanto a prefeitura de Orobó tem planejamento para que seja depositado entre os dias 16 e 20. O município de Salgadinho tem previsão de pagamento para o dia 16 e  Passira pretende quitar no dia 20. As 5 folhas extras somadas as do mês de dezembro devem injetar, em média, 20 milhões de reais na economia da região.
Do Blog do Agreste

BALLET PEQUENOS BRILHANTES SE APRESENTARÁ HOJE EM FRENTE A MATRIZ DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO, EM OROBÓ

Após a celebração da santa missa da noite de hoje, o Ballet Pequenos Brilhantes, será a grande atração do novenário dos poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário, dentro da programação da Festa da Padroeira Nossa Senhora da conceição, que culminará no próximo dia 08 de dezembro.

terça-feira, 3 de dezembro de 2019

MOBILIÁRIOS CHEGAM PARA A NOVA ESCOLA DA COMUNIDADE DO VARJÃO, EM OROBÓ

Para proporcionar um ambiente adequado para os estudantes da rede municipal, a Prefeitura de Orobó-PE, continua investindo alto na boa educação local.

Nesta terça-feira, (3), chegou uma grande remessa de mobiliário escolar para deixar a unidade educacional do Sítio Varjão inda mais bonita.

O prefeito Cléber Chaparral, juntamente coma primeira-dama Juliana de Chaparral, acompanhou de perto a entrega dos novos móveis, e garantiu a inauguração da obra na volta do ano letivo 2020.

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DE OROBÓ, ATRAVÉS DO DEPARTAMENTO DE NORMATIZAÇÃO REALIZOU A ÚLTIMA FORMAÇÃO CONTINUADA DO ANO COM OS SECRETÁRIOS ESCOLARES

A Secretaria Municipal de Educação, através do Departamento de Normatização realizou nesta manhã de 03 de dezembro, na Escola Municipal Leonardo Pimentel a última Formação Continuada com os Secretários Escolares.

A diretora de Normatização, Maria das Graças Interaminense, abordou os estudos de casos, resultados finais e levantamentos de Atas referentes ao ano letivo de 2019 das Escolas da Rede Municipal de Ensino de Orobó.

PIB CRESCE 0,6% NO TERCEIRO TRIMESTRE, REVELA IBGE


O Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, cresceu 0,6% no terceiro trimestre deste ano, na comparação com o trimestre anterior.

O resultado foi divulgado hoje (3), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (BGE). Na comparação com o terceiro trimestre de 2018, o PIB teve crescimento de 1,2%.

No acumulado em quatro trimestres terminados no terceiro trimestre de 2019, o crescimento é de 1,0%, na comparação com mesmo período anterior.

Em valores correntes, o PIB atingiu R$ 1,842 trilhão no terceiro trimestre de 2019. Do total, R$ 1,582 trilhão se refere ao Valor Adicionado e R$ 259,7 bilhões aos Impostos sobre Produtos Líquidos de Subsídios.

A agropecuária apresentou a maior alta e registrou 1,3%. Na sequência, ficou a indústria, que subiu 0,8%. Nos serviços, a elevação ficou em 0,4%, todos os percentuais na comparação com o trimestre anterior.

De acordo com o IBGE, o crescimento da indústria foi provocado pela expansão de 12% no setor extrativo, com destaque para o bom desempenho da extração de petróleo, e de 1,3% na construção.

No entanto, a atividade de eletricidade e gás, água, esgoto, atividades de gestão de resíduos caiu 0,9%. Queda também na indústria de transformação: (1%).

Nos serviços, as grandes contribuições ficaram por conta dos resultados positivos das atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados (1,2%), do comércio (1,1%), da informação e comunicação (1,1%), das atividades imobiliárias (0,3%) e das outras atividades de serviços (0,1%).

Já as atividades de transporte, armazenagem e correio registraram recuo (-0,1%), como também na administração, defesa, saúde e educação públicas e seguridade social (-0,6%).

Pela ótica da despesa, a formação bruta de capital fixo (2%) e a despesa de consumo das famílias (0,8%), foram os destaques positivos. Já as despesas de consumo do governo reduziram em 0,4% na comparação com o trimestre imediatamente anterior.

As exportações de bens e serviços caíram 2,8%, mas as importações de bens e serviços cresceram 2,9% se comparado ao segundo trimestre de 2019.

Revisão

O IBGE divulgou também a revisão do PIB de 2018. Segundo o instituto, na revisão anual, realizada rotineiramente no terceiro trimestre, o PIB de 2018 variou positivamente 0,2 p.p., e saiu de 1,1% para 1,3%.

A maior alteração entre os setores ficou na agropecuária, que subiu de 0,1% para 1,4%. Segundo a instituição, em grande parte, isso se deve à incorporação de novas fontes estruturais anuais do IBGE, não disponíveis na compilação anterior, como a Produção Agrícola Municipal (PAM), a Produção da Pecuária Municipal (PPM) e a Produção da Extração Vegetal e da Silvicultura (Pevs).

Os serviços variaram 0,2 p.p. passando de 1,3% para 1,5%. Desempenho diferente da indústria, que teve pequena queda e passou de 0,6% para 0,5%.

“Fora a agropecuária, as outras revisões estão dentro dos padrões que a gente sempre tem”, disse a coordenadora de Contas Nacionais do IBGE, Rebeca Palis.
Agência Brasil - Foto: Reprodução Infomoney